Gerar…

No momento da fecundação quando um ser humano começa a existir, a nutrição tem início. Este período do desenvolvimento, quando as coisas podem ser definitivamente certas ou erradas é de vital importância, e a Nutrição pode exercer uma profunda influência que se estende por toda a vida.

Para as mães que desejam ter filhos saudáveis é preciso preparar o seu organismo para a gestação, através do resgate de bons hábitos alimentares, respeitando os processos naturais e atendendo as necessidades nutricionais do organismo.

A alimentação da gestante consiste em alimentos frescos e naturais do reino vegetal: frutas, legumes, verduras, cereais integrais, oleaginosas, leguminosas, ervas, chás, sucos naturais e leites vegetais.

Os alimentos devem ter a melhor qualidade integral e orgânica possível para minimizar o contato do bebê com os xenobióticos provenientes da alimentação de origem animal, industrializada e convencional.

As leguminosas, os cerais integrais (aveia, quinoa, arroz integral, alpiste…), milho não transgênico, levedo de cerveja, gergelim ou tahine, linhaça, frutas cítricas, frutas secas, melado, açaí, raízes, folhas verde escuro, principalmente couve, repolho, brócolis e couve-de-bruxelas, são alimentos essencias que devem ser consumidos diariamente por gestantes e mulheres que desejam engravidar.

A tecnologia trouxe a praticidade dos alimentos industrializados e processados, que infelizmente são os mais consumidos na sociedade moderna. São alimentos pouco nutritivos, desenvolvidos para oferecer sabores intensos, que oferecem prazer fugaz e criam uma dependência, cuja vitalidade foi destruída por processos físicos de refinação, conservação e adição de substâncias químicas: acidulantes, corantes, conservantes, aromatizantes, gordura vegetal hidrogenada, gordura Trans, glutamato monossódico, hormônios…, presentes em todos os alimentos de origem animal, temperos industrializados, nos alimentos de pacotes, enlatados e embutidos.

Esses alimentos intoxicam o organismo, viciam o cérebro e o paladar, dificultam a digestão, bloqueiam a absorção e a eliminação, enfraquecem o sistema imunológico, abrem portas para as famosas doenças da sociedade moderna.

As mulheres que têm hábito de consumir alimentos industrializados e processados e que desejam ou já estão gestando, podem encontrar um caminho de alimentação mais natural de forma que seu organismo obtenha os nutrientes necessários para gerar um filho saudável, afinal, mães saudáveis têm filhos saudáveis!

http://www.anda.jor.br/01/11/2012/gerar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =